Sobre

Sonekka criou esta Rede do Ning.

Anuncie sua arte ou seu produto conosco - Apenas R$ 60,00/mês c/foto de 180px e Link. Consulte-nos agencia@trampo.com.br

Katya Chamma-DF

Como escrever letras de música - Márcio Callegaro

Suzete Dutra, tecladista,cantora e compositora

Marcos Vampa - Produtor - Consulte!

Publicamos seu CD em dezenas de lojas digitais por uma taxa única.

RÁDIO CAIUBI - Beta 1

TEUS SEIOS

                                           pecchia

 

 

Usarei então, quais meios,
Para que aqueles seios
Não se aventurem em minha frente?


Por correrem grande risco,
Mas, que não fujam, não belisco.


Apenas os beijarei tão docemente
Que os biquinhos ao endurecerem
Pedirão mais uma vez,


O reflexo da excitação do meu desejo,
Que no espelho do tesão pelos teus seios,
Naquela tarde maravilhosa se fez.

 

Exibições: 76

Comentar

Você precisa ser um membro de Clube Caiubi de Compositores para adicionar comentários!

Entrar em Clube Caiubi de Compositores

Comentário de Pecchia em 10 maio 2012 às 23:45

Agradeço a todos que compreenderam a mensagem e não levaram pelo lado obscuro, que por ora, o poema pudesse sugerir. Um beijo a todos. pecchia

Comentário de Lucinda Prado em 10 maio 2012 às 20:55

Humrum!

Navegando pelo mundo encantado do erotismo poético!

Gostei!

Me lembrei da musica do Chico;

"

Como, se nos amamos feito dois pagãos
Teus seios ainda estão nas minhas mãos
Me explica com que cara eu vou sair

Não, acho que estás te fazendo de tonta
Te dei meus olhos pra tomares conta
Agora conta como hei de partir...

Comentário de JOSÉ CARLOS DE SOUZA em 10 maio 2012 às 9:33

Esse Pecchia tá impossível! Libidinoso e magistral. Goste! Parabéns!

Abs, José Carlos

Comentário de MANO MEN em 10 maio 2012 às 0:33

Rapaz!!!

Tú estás ficando ousado, viajou e mandou muito bem!!!

Um abraço

Mano

Comentário de Luiz Carlos Santos em 9 maio 2012 às 21:14

Parabéns grande poeta de grandes inspirações.

abraço

Comentário de marco aurélio morales do nascime em 9 maio 2012 às 18:48

Belíssimo poema Pecchia, ousado e sem silicone.

Comentário de Vuldembergue Farias em 9 maio 2012 às 17:46

Beleza de poema, caro Pecchia!

Rara inspiração.

Parabéns

Abraço

Vul

© 2014   Criado por Sonekka.

Badges  |  Relatar um incidente  |  Termos de serviço

Offline

Vídeo ao vivo